Quanto custa para criar um site em 2024?

Você sabe quanto custa para criar um site em 2024?

Quanto custa para criar um site em 2024?

ATUALIZADO!

quanto custa para criar um site em 2024

Criar um site pode ser uma tarefa desafiadora, especialmente quando se trata de orçamento. A resposta para a pergunta “quanto custa para criar um site em 2024?” não é simples e irá variar consideravelmente conforme a localidade de prestação dos serviços de webdesign.

Este artigo foi cuidadosamente elaborado para empreendedores, pequenas empresas e indivíduos que estão considerando criar um site mas ainda não possuem referências claras sobre o orçamento necessário.

Se identificou?

 

Então, continue lendo pois iremos explorar os diversos fatores que influenciam o custo de desenvolvimento de um site, para que você possa ter uma visão mais clara do investimento necessário.

Observação Importante: O foco deste artigo está nos custos associados à contratação de profissionais que se dedicam integralmente ao webdesign como sua principal atividade econômica.

Portanto, não abordaremos aqui os valores praticados por quem oferece serviços de webdesign em tempo parcial ou como uma forma de complementar sua renda. Nosso objetivo é fornecer uma visão abrangente e precisa dos custos envolvidos quando se contrata um especialista na área.

Entendendo os diferentes tipos de sites e seus custos

 

Antes de entrar nos detalhes financeiros, é crucial entender os diferentes tipos de sites e aplicações web disponíveis:

Sites Pessoais/Blogs

Geralmente, esses são os tipos de sites mais acessíveis. Isso ocorre principalmente porque o volume de conteúdo costuma ser menor, o que reduz o número de páginas e os detalhes envolvidos no processo de criação. Consequentemente, eles demandam menos tempo e esforço durante o processo de desenvolvimento.

Sites Corporativos

Estes são direcionados especificamente para empresas e, por isso, exigem um nível mais elevado de cuidado e dedicação no design.

O objetivo é que reflitam não apenas os valores e a identidade visual da companhia, mas também a natureza dos produtos ou serviços que oferecem. Além disso, para se destacarem em um mercado competitivo, é importante que esses sites incluam funcionalidades específicas que atendam às necessidades do seu público-alvo.

Lojas Virtuais (e-commerce)

Estes sites têm como objetivo final a venda online e, por isso, geralmente exigem maior planejamento e investimentos mais significativos. As razões para o custo adicional incluem a necessidade de funcionalidades específicas, como um ambiente seguro para transações, gateway de pagamento, sistemas para gestão de estoque e logística, bem como recursos de atendimento ao cliente para o pré e pós-venda.

Dica 1: Se você está pensando em vender online mas tem um orçamento limitado, considere plataformas de “lojas prontas” oferecidas por empresas como Tray, Shopify, Loja Integrada ou Nuvem Shop. Com planos mensais a partir de apenas R$ 50,00 ou até mesmo gratuitos, é possível começar sem investir muito. Vale ressaltar que o plano gratuito é bastante limitado, mas é uma opção para quem está começando.

Dica 2: As plataformas de lojas prontas geralmente dispensam a necessidade de contratar um webdesigner profissional para ativação de funcionalidades básicas. Com um pouco de esforço e dedicação, você pode começar a vender sem gastar nada com o desenvolvimento do seu site.

Outros

Além dos tipos mais comuns de sites, há também plataformas como redes sociais e fóruns, bem como serviços com funcionalidades específicas frequentemente vinculados a aplicações iOS/Android. Esses projetos são geralmente mais complexos e exigem um investimento financeiro significativo. Então, o plano de negócios é essencial, pois determina todo o esforço criativo e de programação necessário para transformar a ideia em realidade.

Normalmente, esses tipos de projetos são conduzidos por uma equipe de desenvolvedores que, mesmo se pequena, devem consumir centenas de horas de trabalho apenas para o lançamento das primeiras versões.

Custos e etapas para a criação de um site

 

Agora que você já compreendeu quais são, de maneira geral, os tipos de sites e aplicações existentes, vamos guiá-lo pelas etapas que irão integrar e efetivamente compor o orçamento do seu projeto.

Nota: Alguns valores mencionados a seguir, são praticados em grandes cidades Brasileiras. A OWN Web & Mobile está estabelecida na cidade de Campinas, São Paulo. Os valores podem variar para mais ou para menos em outras cidades e regiões.

QUANTO CUSTA CRIAR UM SITE – Valores médios, das etapas do serviço, para profissionais e agências

Planejamento, pesquisa e concepção: R$220 a R$2.200

O planejamento é a etapa inicial e uma das mais importantes. Aqui se define o escopo do projeto. São realizadas pesquisas de mercado para estabelecer uma estratégia para guiar todas as etapas subsequentes. Profissionais especializados devem cobrar entre R$500 e R$2.000 para essa fase.

Quanto custa criar um site - Planejamento, pesquisa e concepção envolvidos da criação de sites

Wireframe, prototipagem e design: R$1.690 a “o céu é o limite”

O wireframe atua como um plano inicial para o design do seu site, estabelecendo a estrutura e o layout básico das páginas. A prototipagem é a fase onde se cria um modelo funcional preliminar do site. Já o design vai além da mera estruturação; ele abrange também a qualidade visual e a experiência do usuário. Isso envolve a escolha de cores, tipografia, imagens e a aplicação de estilos CSS, tudo para assegurar que o site seja não apenas visualmente agradável, mas também compatível com diversos dispositivos.

O orçamento para essa etapa pode ser bastante flexível, variando conforme a escolha entre imagens de bancos (gratuitas ou não), fotografias profissionais ou ilustrações customizadas. A sofisticação dos estilos CSS e das animações também é um fator que pode influenciar o valor final.

Em termos gerais, essa etapa pode custar de R$1.650 a R$7.500. No entanto, esse valor pode aumentar consideravelmente se você optar por um design altamente personalizado e contratar profissionais ou agências de renome.

 

Wireframe, prototipagem e design envolvidos da criação de sites

 

Programação, desenvolvimento e Implementação do Conteúdo: R$1.100 a R$20.000

Esta é a etapa “mão na massa” do projeto, injustamente denominada “é só control c + control v”, onde tanto profissionais experientes quanto iniciantes ou estagiários se envolvem ativamente para dar vida ao site. Aqui, o conteúdo é inserido, formatado e otimizado para SEO, garantindo que ele seja não apenas informativo, mas também facilmente rastreável pelos mecanismos de busca. Além disso, é nesta fase que todos os elementos visuais, como imagens e vídeos, são integrados ao site, e funcionalidades específicas são testadas e ajustadas.

O custo desta etapa pode variar amplamente, dependendo da quantidade de conteúdo a ser inserido, da necessidade de criação de conteúdo original e da complexidade das funcionalidades a serem implementadas. Também é nesta etapa que ocorrem os ajustes finais e testes de usabilidade, para assegurar que o site ofereça uma experiência de usuário excepcional.

Bônus: Se você está interessado em saber mais sobre SEO, confira nosso artigo “Entendendo o SEO: guia completo para otimização de sites.

 

Programação, desenvolvimento e Implementação do Conteúdo envolvidos da criação de sites

 

Serviços necessários de terceiros que devem ser considerados

 

Domínio: O domínio é essencialmente o seu endereço na web e custa R$40 por ano para extensões nacionais (.br). Para extensões internacionais, os valores são variáveis e geralmente cotados em dólares.

Hospedagem: É o serviço que mantém seu site online e acessível, a escolha da hospedagem impacta diretamente na performance do site.

Os custos começam em R$19,90 para servidores compartilhados de baixa performance. Para servidores VPS e dedicados básicos, os valores podem variar entre R$199,00 e R$500,00. Já servidores dedicados de alta performance podem custar centenas ou até milhares de dólares por mês.

Certificados de Segurança (SSL): Essenciais para qualquer site e fundamentais para garantir a segurança das informações trocadas entre o usuário e o site, além de serem um fator de ranqueamento nos mecanismos de busca como o Google. Eles criptografam os dados enviados e recebidos, tornando mais difícil para terceiros interceptar informações sensíveis.

Os certificados SSL podem ter custo variável. Existem certificações gratuitas (renovadas de três em três meses) enquanto outras (multi-domínios Wildcard SSL) podem custar algumas centenas de reais com renovação anual.

Atenção: Vale ressaltar que freelancers e agências podem ter diferentes estruturas de custo, então é importante pesquisar, compreender as diferenças e comparar antes de tomar uma decisão.

Quanto custa criar um site – Veja as médias de valores

 

O orçamento que você recebe, conscientemente ou não por parte do prestador de serviço, deve representar a soma de todos os elementos que discutimos neste texto. O valor final vai depender do tipo de projeto que você tem em mente, do nível de complexidade das funcionalidades, do design exigido, e claro, da quantidade de páginas e conteúdo a serem implementados. Não podemos esquecer também da expertise dos profissionais envolvidos, que deve impactar diretamente no custo e resultado final.

Para simplificar, vamos considerar três cenários comuns, com base nos valores médios que mencionamos para responder a pergunta: “Quanto custa criar um site?”

Sites Pessoais/Blogs

MÉDIA DE VALORES

Se cotados com profissionais menos experientes

R$ 2.850,00
R$ 3.900,00

Por outro lado, se o fornecedor for mais experiente e com portfólio mais robusto, provavelmente o orçamento será na casa de:

R$ 3.900,00
R$ 5.800,00

Corporativos, e-commerce e projetos exclusivos

MÉDIA DE VALORES

Normalmente a exigência deste perfil de contratante é maior e aqui quem tem pouca experiência raramente prevalece durante uma concorrência. Os valores normalmente apresentados giram em torno de:

R$ 5.500
R$ 7.500

* Se a quantidade de páginas e conteúdos a serem implementados não representar grande volume.

Por outro lado, se o volume for considerável e principalmente se o objetivo for criar uma ótima loja, o valor subirá proporcionalmente e deve partir de valores entre:

R$ 9.000,00
R$ 13.600,00

Aplicações e sites com maior complexidade técnica e visual

MÉDIA DE VALORES

Voltados à contratantes com orçamentos robustos, demandam mais profissionais e com mais experiência, por isso, normalmente partem de:

R$ 16.500
R$ 22.000

Com esses valores médios em mãos, não se esqueça de adicionar os custos de domínio, hospedagem e SSL.

Agora que você tem uma visão completa do que envolve criar um site, desde o desenvolvimento até a manutenção contínua, está na hora de dar o próximo passo e começar a planejar o seu projeto web.

 

Mas calma, ainda tem mais …

 

Antes de dar o próximo passo, é importante lembrar que um bom site não termina com o lançamento, ele exige manutenção contínua, atualizações, SEO, otimização e geração de conteúdo. E se você está pensando em anunciar, reserve um orçamento não apenas para o profissional de marketing digital, mas também para os custos de veiculação dos anúncios.

Mas esses são tópicos para outro post.

Se você chegou até aqui, adoraríamos ouvir suas experiências. Comente este post ou Fale com nosso time de especialistas e solicite seu orçamento ou consulta inicial sem compromisso via WhatsApp, e-mail ou formulário.

Quem sabe até um café para discutirmos mais a fundo a sua ideia ou projeto?

author avatar
OWN Web e Mobile
Nenhum Comentário

Comente neste post